Durante seu discurso na inauguração do Ginásio de Esportes “Antônio Cirilo de Andrade Gonçalves”, na noite do último sábado (19/05) o prefeito Dirceu Polo Filho – Dirceuzinho – enalteceu a figura do patrono do “Poliesportivo” e anunciou a conclusão de mais uma obra parada: a quadra esportiva do Bairro Nova Pedregulho que será denominada em homenagem ao Professor Henrique Paulo Barbosa, ex-secretário de Educação do Município.

Sobre o Poliesportivo, Dirceuzinho afirmou que: “Vale lembrar que esta obra foi inaugurada em 1988, pelo meu pai Dirceu Polo. Deu-se o nome do grandioso Cirilo (Antônio Cirilo de Andrade Gonçalves, o Cirilinho, que era uma pessoa bondosa, querida e que seria o futuro prefeito de nossa cidade naquela época”.

NOVA PEDREGULHO

Durante a inauguração, após relembrar com carinho do patrono do Poliesportivo, Dirceuzinho deu mais uma boa notícia aos desportistas da cidade: está praticamente concluída a retomada das obras da Quadra Esportiva do Bairro Nova Pedregulho, que igualmente ficou abandonada por quatro anos pela administração anterior.

A nova quadra será denominada “Professor Henrique Paulo Barbosa” segundo Projeto de Lei do Prefeito enviado à Câmara de Vereadores e que será votado na próxima sessão do Legislativo.

Nas próximas semanas a obra será entregue à população do bairro.

Por conta do abandono, o Governo Federal interrompeu os repasses e logo após tomar posse o Prefeito Dirceuzinho teve que ir a Brasília onde se comprometeu a resolver as pendências jurídicas (pelo descumprimento do contrato pelo governo anterior) e a investir as contrapartidas necessárias por parte do Município.

A empresa que está concluindo a obra é a Camila Construtora com o valor global máximo estimado para a licitação foi de R$ 222.4 mil.

“Em breve esta unidade esportiva será colocada à disposição da comunidade do Nova Pedregulho e da Morada do Sol, apagando mais este episódio de triste lembrança para os esportistas de nossa cidade”, disse o prefeito.

DISCORDOU DO PROJETO

Dirceuzinho afirmou em seu discurso de reinauguração do Poliesportivo que mesmo não concordando com o projeto que foi feito, seria muita irresponsabilidade de sua parte se aventurar e gastar mais 200, 300 mil para reestruturar o Poliesportivo da devida maneira.

“Mas sou gestor, penso no futuro de nosso município e concluímos que no momento o sofrimento deveria acabar”, disse.

Em outro trecho o prefeito de Pedregulho foi enfático: “Um dos maiores patrimônios de nossa terra ficou por mais de quatro anos jogado às traças e mesmo tendo recebido do Estado verba suficiente para reestruturá-lo e acabá-lo, mas não conseguiram.”

O Prefeito afirmou também: “A derrocada do nosso Poliesportivo inacabado foi como tirar um pedaço da alma do povo pedregulhense que se viu obrigado a todo dia passar em frente a este importante prédio e enxergá-lo com vergonha, com desdém e deixar esvaziar a esperança de que um dia o teríamos de volta”.

Dirceuzinho também afirmou em seu discurso que: “Não deixei morrer a esperança. Mesmo diante da falta de dinheiro, traçamos metas e juntamos quase R$ 150 mil com recurso próprio para terminarmos esta obra”.