Após regularizar todas as pendências do passado e conseguir renovação do convênio com a Secretaria de Estado da Educação, o prefeito Dirceu Polo Filho – Dirceuzinho – conseguiu do Governo do Estado de SP, o aumento do repasse mensal para o Transporte de Alunos no Município.

Neste ano letivo de 2018, a Prefeitura transporta de forma totalmente gratuita 473 alunos, utilizando repasses do Governo do Estado e recursos próprios de contrapartida (são R$ 2.6 milhões repassados e mais R$ 1.8 milhão dos impostos e taxas municipais pagos pelos cidadãos) nos próximos 10 meses.

Com as ações efetivas realizadas pela Prefeitura bem como a regularização de serviços como a prestação de contas da correta utilização dos recursos, reforma da frota e legalização do transporte escolar terceirizado (que está com os pagamentos em dia), o Prefeito teve argumentos suficientes para majorar os valores repassados em relação ao número de alunos que são transportados dentro da rede municipal de ensino, escolas estaduais, faculdades e cursos técnicos da região como em Franca, Ituverava e Igarapava, entre outros.

O Prefeito Dirceuzinho disse que a Secretaria precisou ser convencida, com números e dados sobre a situação do transporte escolar. “Foi uma briga, pois eles são muito exigentes, já que o repasse é feito por número de alunos transportados. Mas conseguimos com muito esforço esta atualização dos valores”, disse.

Desta forma, Pedregulho conseguiu aumentar de R$ 1,6 milhão para R$ 2,6 milhões os repasses anuais do Governo do Estado.

Assim, Pedregulho gastará com o transporte escolar, no segundo semestre de 2018 e no primeiro semestre de 2019, mais de R$ 4.520.000,00 (quatro milhões, quinhentos e vinte mil reais), somados os recursos próprios e o repasse do Estado.

Nos próximos 10 meses, a partir de agosto, a Secretaria de Estado da Educação repassará ao Município de Pedregulho, R$ 263.428,35 mil mensais, que totalizarão R$ 2.634.283,14 (período escolar considerado é de agosto a dezembro deste ano e de fevereiro a junho de 2019).

A Prefeitura, diante da regularização empreendida a partir de 2017, também ampliou a contrapartida para o transporte de alunos, investindo R$ 188.589,81 mensais, o que resultará num total de R$ 1.885.897,74 contados os cinco meses restantes de 2018 e os cinco primeiros de 2019.

“O transporte escolar não é só mantido com os repasses do Estado. Tivemos que saldar dívidas deixadas pelo Governo passado e estamos investindo em 41,72% dos gastos com este serviço gratuito, enquanto o Estado repassa o restante, de 58,28%. No nosso governo, o que é da Merenda é da Merenda e o que é do Transporte Escola é do Transporte Escolar. Não há malabarismos nem desvio para outros setores da Prefeitura”, ressaltou o prefeito Dirceuzinho.