Apesar de uma queda de vagas de emprego no mês de julho em Franca, por causa da crise na indústria de calçados, que só na vizinha cidade demitiu 477 trabalhadores do setor, a cidade de Pedregulho mantém saldo positivo na geração de empregos em sete meses 2018.

Somente neste ano, com apoio da Prefeitura, que pagou as dívidas dos aluguéis de imóveis deixadas pelo governo anterior e manteve a instalação de indústrias de cabedal de calçados em Pedregulho, foram criados 498 empregos de janeiro a julho deste ano.

Perfil do Município

 

 
Movimentação agregada

   
Município

   
%

   
Microrregião

   
%

   
UF

   
%

   
Brasil

1) Admissões

1.280

3,77

33.984

0,05

2.743.792

0,01

8.869.135

 

2) Desligamentos

782

2,85

27.402

0,03

2.598.551

0,01

8.477.759

 

Nº Emp. Formais - 1º Jan/2018

3.276

3,31

99.028

0,03

11.833.161

0,01

37.868.331

 

Total de Estabelecimentos

1.540

5,68

27.119

0,06

2.398.655

0,02

8.055.690

 

Variação Absoluta

498

 

6.582

 

145.241

 

391.376

 

Os dados se referem apenas a trabalhadores contratados formalmente, ou seja, com carteira assinada e não estão contabilizadas dezenas de trabalhadores que são contratados sem registro profissional.

Pedregulho tem 1.540 estabelecimentos empregadores e a cidade começou o ano com 3.276 trabalhadores com carteira assinada.

Além do saldo positivo na cidade, a Prefeitura de Pedregulho também quitou as dívidas com o Transporte Gratuito de dezenas de trabalhadores tanto para Franca quanto para a MCassab, em Rifaina, mantendo este serviço.

Destaque-se que estes trabalhadores transportados gratuitamente pela Prefeitura são contabilizados pelo CAGED como empregados em Franca e em Rifaina, embora sejam originários de Pedregulho.

“Estamos atuando na manutenção do aluguel de barracões que mantém o índice de emprego positivo na cidade. Além disso, trabalhamos no sentido de buscar a diversificação de empresas que contratam mão de obra local e em breve teremos boas novidades a respeito”, disse o Prefeito Dirceu Polo Filho – Dirceuzinho.