A estiagem prolongada, com mais de 60 dias sem chuva na cidade está colocando em risco a normalidade do abastecimento de água em cidades da região, principalmente em Pedregulho e Jeriquara.

Diante da escassez de chuvas, os mananciais que abastecem as duas cidades estão bem abaixo do normal, praticamente atingindo o nível crítico, o que pode ocasionar a falta de força para que a água chegue aos reservatórios.

Em Pedregulho, a situação se agrava por conta dos sistemas de abastecimento pelos mananciais que atendem também os Distritos de Alto Porã, Igaçaba e Vila Primavera, entre outras áreas atendidas pela Sabesp.

Por conta disso, a Companhia está pedido às populações destes locais que economizem água, fazendo o uso criterioso do produto.

A Sabesp Pedregulho está contando com os residentes da cidade e dos distritos em sua campanha pela economia de água por seus clientes.

A finalidade é impedir que o alto consumo cause a falta de abastecimento por conta da estiagem prolongada.

A Sabesp tem um folheto traz informações sobre como aprender a controlar o consumo de água, explicando que o hidrômetro (conhecido popularmente como “relógio”) instalado nas residências é o aparelho que mede o consumo de água.

“Registre a leitura regularmente. Dessa forma você poderá conferir a sua conta, controlar a água usada e até descobrir possíveis vazamentos”, diz o informe.

NO BANHEIRO – Mantenha a torneira fechada enquanto escova os dentes. Não utilize a bacia sanitária como lixeira, jogando papel higiênico, cigarro, etc. Não aperte a descarga mais tempo que o necessário. Conserte vazamentos e mantenha a válvula sempre regulada. Tome banhos no máximo de 5 minutos, mantendo o registro fechado ao se ensaboar.

NA LAVANDERIA – Ao lavar roupas no tanque, mantenha a torneira fechada enquanto ensaboa e esfrega a roupa.

NO QUINTAL E NO JARDIM – Ao lavar o carro, use um balde em vez de mangueira. Regue as plantas com um regador ou mangueira com esguicho-revólver, pela manhã ou à noite, para evitar a evaporação. Use a vassoura para varrer a calçada, não a mangueira.

NA COZINHA – Mantenha a torneira bem fechada. Torneira gotejando desperdiça muita água. Limpe bem os restos de comida de pratos e panelas antes de lavá-los, jogando-os no lixo, nunca nos ralos das pias. Mantenha a torneira fechada ao ensaboar a louça. Faça o mesmo quando desfolhar verduras e hortaliças, descascar frutas e legumes, cortar aves, carnes, peixes, etc. Utilize a máquina de lavar louças somente quando estiver na capacidade total.

Maiores informações sobre a campanha de economia de água podem ser obtidas no site www.sabesp.com.br ou pelo telefone 0800-055-0195. 

 

O Governo de Pedregulho caminha para resolver mais um grave problema de obra incompleta e paralisada no governo passado, após ter realizado gestões junto ao Ministério da Educação: a quadra esportiva do Bairro Nova Pedregulho será finalmente completada e entregue à comunidade.

Segundo o Prefeito de Pedregulho, Dirceu Polo Filho – Dirceuzinho, a Prefeitura vai realizar procedimento de tomada de preços para a conclusão da obra.

 Após os prazos legais para as providências finais da Tomada de Preços, serão retomadas as obras para conclusão da Execução de Obra Civil de Construção de Quadra Esportiva Escolar Coberta com Vestiário do Bairro Nova Pedregulho, Rua Geraldo Batista Gabriel, s/n, Bairro Nova Pedregulho (foto acima). 

A obra está paralisada há mais de três anos, após ter sido descumprido pela administração anterior, o convênio firmado entre o Município de Pedregulho e o Governo Federal por intermédio do Ministério da Educação, através do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação – FNDE.

A previsão inicial é de que devam ser investidos, para conclusão total da obra, um montante em valor global máximo estimado para a presente licitação de R$ 222.455,33 (duzentos e vinte e dois mil, quatrocentos e cinquenta e cinco reais e trinta e três centavos).

“O mais importante em todo este processo é que nós conseguimos regularizar a situação da Prefeitura junto ao FNDE, devido ao descumprimento de prazos do governo anterior. Mas agora, o contrato a ser firmado com a nova construtora, a obra deverá ser entregue para a Prefeitura colocá-la à disposição da população, no máximo quatro meses após a assinatura do contrato o que deve ocorrer nos próximos dias”, disse o Prefeito Dirceuzinho. 

O município de Pedregulho deverá economizar de R$ 5 mil a R$ 6 mil, cerca de R$ 72 mil anuais, com a isenção das tarifas de pedágios quando seus veículos oficiais circularem pelas rodovias do Estado de SP.

Hoje o município dispende muitos recursos com as tarifas, principalmente com veículos da Saúde que se dirigem a cidade onde pacientes são tratados como São Paulo, Ribeirão Preto, Rio Preto, Sorocaba e Barretos, entre outras. O mesmo acontece com veículos oficiais administrativos.

A ARTESP (Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo) isentou em maio de 2014, os veículos oficiais do pagamento de tarifa de pedágio.

Porém, a Prefeitura de Pedregulho, ao longo do governo 2013-2016 não efetuou o cadastro de sua frota junto à ARTESP, o que poderia ter sido feito desde 2014.

Mas, nesta semana, durante viagem a São Paulo para tratar de assuntos de interesse do município, o prefeito Dirceu Polo Filho – Dirceuzinho – esteve na sede da ARTESP onde habilitou todos os veículos da Prefeitura para passarem livremente pelos pedágios do Estado de SP.

“Esta economia é importante nestes tempos de crise. Estamos agindo em todos os setores, economizando no que for possível, para mantermos em nível ao menos satisfatório os serviços à população até que terminemos de colocar as finanças da Prefeitura em ordem”, disse o prefeito Dirceuzinho.