Segundo o gerente da empresa na cidade, engenheiro Marco Aurélio Garcia, ocorreu o travamento de uma tubulação próximo à adutora, o que provocou excesso de pressão e causou o rompimento da tubulação da adutora.

Os serviços de reparos na tubulação foram iniciados de imediato, logo após a identificação, mas devido à complexidade e a retomada do fluxo normal da água, provocou a demora no restabelecimento do abastecimento nos prédios residenciais, comerciais e industriais da cidade.

Tecnologia da Informação