Estabelecimentos comerciais em geral como lojas poderão contar com a presença de no máximo duas pessoas por vez dentro do local. As lojas de conveniências devem seguir as mesmas determinações. Bancos e lotéricas devem manter os atendimentos de forma controlada e com agendamentos para facilitar os serviços e evitar filas e aglomerações.

Em bares e botecos segue proibida a entrada de pessoas e, além disso, os responsáveis devem restringir as presenças de pessoas na frente ou próximo desses locais para o consumo dos produtos vendidos. Vale ressaltar que em todos esses pontos é necessária a presença de uma barreira na porta para que seja feito o controle da movimentação.

Locais como barbearias, salões de beleza e similares, além de floriculturas, podem funcionar – também com barreiras nas entradas -, com a entrada de no máximo de duas pessoas por vez. Atividades religiosas e academias podem receber a presença de 40% da capacidade de público. Restaurantes, petiscarias, pizzarias e lanchonetes também podem funcionar com no máximo 40%.

As determinações valem todos os dias das 5 às 22 horas. Depois desse período, começa o toque de recolher em todo o município. A partir daí, os estabelecimentos podem trabalhar pelo sistema delivery, com entregas nas residências. Apenas farmácias, postos de gasolina e atendimentos dos setores de saúde podem funcionar 24 horas.

O decreto começa a valer nesta sexta-feira (11) até que sejam revogadas as determinações.

Confira o decreto na íntegra:

Tecnologia da Informação